Dicionário de arquitetura: 10 palavras estranhas que arquitetos usam!

Dicionário de arquitetura

Dicionário de arquitetura: 10 palavras estranhas que arquitetos usam!

Em alguns momentos somos surpreendidos por termos que mesmo sendo comuns da profissão, acabam não fazendo tanto sentido a primeira vista. Se você ainda é um estudante de arquitetura e está apenas começando na carreira, você precisa enriquece seu dicionário de arquitetura o quanto antes!

Leia abaixo uma lista de 10 palavras estranhas que os arquitetos usam.

01- EMPENA CEGA

Uma Empena Cega nada mais é do que uma fachada que não possui abertura. Não tem portas, janelas e nenhum outro elemento na sua construção. Muitos grafiteiros usam a empena cega como tela para seus trabalhos.

02- PLANTA LIVRE

Quando um arquiteto  diz que desenvolveu um projeto com uma planta livre. Ele está se referindo a um pavimento que possui só a estrutura, sem compartimentação. Planta livre é muito utilizada em edifícios corporativos que não necessitam de divisórias.

03- MEZANINO

Essa daqui é uma palavra muito utilizada do dicionário de arquitetura!

Em alguns projetos, faz-se necessário um ambiente com um pé direito mais alto. A solução será fazer um pavimento duplo e da sessão intermediária dele surgir um pavimento aberto, fazendo assim a integração de múltiplos ambientes. Normalmente usado em livrarias, bares, restaurantes e alguns apartamentos. Isto é um Mezanino.

 04- PÉRGOLA

Parques, jardins e alguns projetos residenciais possuem pérgolas que são uma proteção vazada, apoiada sobre colunas. Esses elementos são feitos em madeira, alvenaria, concreto, etc. Podem ser chamados também de pergolado.

 05- SHAFTS

São espaços usados nos projetos destinados a parte elétrica, hidráulica e outros. Edifícios a partir de 2 andares ja comportam esse tipo de espaço a fim de facilitar a distribuição dos elementos que abastecerão todo o prédio, andar por andar.

06- CUL-DE-SAC

Cul-de-sac é uma expressão de origem francesa que significa fundo de saco. O termo é muito utilizado para designar becos ou ruas sem saída. Porém numa tradução mais adequada seria usada como balão de retorno. Esse espaço se caracteriza por um espaço ampliado no fim de uma rua sem saída, sendo uma solução para o retorno de automóveis sem que isso interfira no tráfego no local.

07- CLARABOIA

Projetos que fazem necessitem de um melhor aproveitamento da luz natural fazem uso de clarabóias que são esquadrias com vidro fixo localizadas na cobertura do projeto. Além de levar beleza ao ambiente ainda ajudam na economia de energia

08- PILOTIS

Muito importantes na arquitetura brasileira, os pilotis são pilares feitos de concreto que sustentam uma construção. Esses elementos possibilitam um vão livre no nível térreo, facilitando assim o tráfego de pessoas. Além disso, fazem parte dos Cinco Pontos da Nova Arquitetura proposta por Le Corbusier.

09- AGREGADOS

Quando precisamos preparar o concreto para um projeto, precisamos de material mineral como areia, brita e são esses chamados de agregados. Os primeiros utilizados são aqueles encontrados na natureza, extraídos de formações rochosas. Como por exemplo o pedregulho. Já os segundos são os que necessitam uma transformação química e física como a escória e a argila expandida.

10- MUXARABI

É um elemento arquitetônico de origem árabe em forma de treliça, comumente de madeira. Dentre algumas funções está auxiliar na ventilação, bloquear o calor externo e isolar o ambiente interno do externo. Algumas vezes também é usado como forma de separar ambientes.

Agora que você está pronto pra entender o significado dessas palavras ao longo dos seus estudos e suas pesquisas tudo ficou mais fácil, não?

Conheça o nosso portal de treinamentos e aprenda a fazer maquetes eletrônicas incríveis. Clique aqui e acesse!!

Quer conhecer um pouco sobre nossa metodologia? Assita ao vídeo abaixo!

 

Comentários